De acordo com a Global Entrepreneurship Monitor, o Brasil conta com mais de 50 milhões de empreendedores, e é importante que as influências das empresas sejam usadas com objetivos que não se limitem à obtenção do lucro.

Essas empresas possuem um poder enorme em mãos e podem tomar decisões que dão um rumo melhor à sociedade – e é disso que se trata a Responsabilidade Social Empresarial.

Todo ser humano tem o direito à moradia digna, saúde, bem-estar, vestuário, alimentação, cuidados médicos, entre outros. E por mais que isso pareça um dever apenas do Estado, não é assim que funciona na prática…

Atualmente, as empresas estão muito preocupadas em ajudar a sociedade, melhorando muitos aspectos com medidas que parecem simples, mas que fazem toda a diferença para famílias carentes.

Atualmente, a ArqDrive participa de um desses projetos de Responsabilidade Social Empresarial, chamado Moradia Digna, e é dele que vamos falar aqui hoje. Leia até o final e não deixe passar a sua oportunidade!

 

O que é Responsabilidade Social Empresarial?

Além de gerar empregos e lucros, toda empresa tem um dever com a sociedade e pode cumpri-lo da melhor maneira: preservando recursos, respeitando a diversidade, participando de um desenvolvimento sustentável e reduzindo a desigualdade.

A Responsabilidade Social Empresarial, ou RSE, é regulamentada pela ISO 26000, que passa as informações essenciais para que as empresas se adequem e ajudem a sociedade da melhor maneira.

Alguns critérios para um bom exercício da Responsabilidade Social Empresarial são:

  • Contribuir com desenvolvimento sustentável e bem-estar;
  • Considerar as partes interessadas (todas elas);
  • Estar em conformidade com a legislação aplicável;
  • Estar em conformidade com normas internacionais do comportamento;
  • Integrar práticas em suas relações e em toda organização.

A RSE pode atuar nas áreas de meio-ambiente, práticas trabalhistas e de funcionamento, desenvolvimento da sociedade, problemas do consumidor e direitos humanos.

No caso da Moradia Digna, programa que a ArqDrive participa, a área envolvida é de Direitos Humanos. Entenda melhor a seguir!

 

O que é Moradia Digna?

De acordo com o IBGE,  para ser considerada digna, a moradia precisa ter uma infraestrutura básica, como água encanada, coleta de lixo e saneamento básico.

O direito à moradia digna se tornou um direito social em 2000 na Constituição Brasileira, mas ainda não atende todos os que têm direito a se beneficiar dela.

É claro que alguns governos, como o brasileiro, tentam resolver a questão do direito à moradia digna urbanizando áreas carentes e construindo áreas populares, mas nem sempre isso funciona muito bem.

É por isso que o Programa Moradia Digna é um dos fatores que fazem parte da Responsabilidade Social Empresarial.

Dessa maneira, podemos ajudar famílias socialmente vulneráveis e com mobilidade reduzida a ter melhores condições de vida de uma maneira geral.

O projeto tem a proposta de garantir uma moradia de qualidade a todos, independente de ações do governo, contando com empresas que ajudem a proporcionar as condições necessárias para uma moradia melhor.

 

Como isso funciona exatamente e quem pode participar?

A ArqDrive fez uma parceria com empresas para ajudar as famílias que não têm recursos financeiros e nem acesso a projetos de arquitetura para melhorar a condição de vida.

A cada bimestre, a ArqDrive vai contemplar um projeto de RSE, e será desenvolvido em 6 etapas, que você pode conferir na aba de Apresentação clicando aqui.

O Programa Moradia Digna é voltado para inclusão de famílias em vulnerabilidade social e de mobilidade reduzida.

O objetivo é realizar inclusão social e melhorar a condição de pessoas com mobilidade reduzida, proporcionando conforto e comodidade em suas casas de moradia popular.

Se você se enquadra em uma dessas famílias e quer ser contemplado pela ArqDrive, pode clicar aqui e se inscrever rapidamente no programa.

 

Qual é o objetivo da ArqDrive em RSE com o Projeto Moradia Digna?

Os imóveis com acessibilidade preservam direitos como o de ir e vir e também interferem positivamente no bem-estar de pessoas com mobilidade reduzida.

Dessa maneira, podemos ajudar na comodidade e qualidade de vida de idosos, gestantes, deficientes e outros portadores de necessidades especiais.

Como você pode conferir na nossa página, onde falamos mais sobre a moradia digna, muitos imóveis possuem portas com 60cm de largura apenas, o que não é suficiente para quem tem deficiência física.

Por isso, muitas residências precisam de adaptações e o Programa Moradia Digna pode ajudar, evitando topadas, quedas e escorregões.

E aí, o que você acha desse projeto? É uma empresa ou família e quer participar disso com a ArqDrive? Então, você pode:

 

Escrito por:


Josias Pulquério
CEO | Fundador
ArqDrive – Arquitetura Virtual